Menu
Campanha nacional 2018

Bancárias são homenageadas no Dia Internacional da Mulher

Neste Dia Internacional da Mulher, 8 de março, o Sindicato da Bahia entregou flores as bancárias, nesta manhã, no Banco do Nordeste do Comércio, em Salvador. O presidente da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe, Hermelino Neto, também participou desta atividade de homenagem à mulher.

Dia da Mulher BNB 2018 db62e

As manifestações nesta data denunciam a violência contra a mulher e reivindicam a igualdade de direito entre homens e mulheres, principalmente, nos locais de trabalho. Segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), das 1.283 mulheres admitidas nos bancos em janeiro de 2018 receberam, em média, R$ 3.116,41. Esse valor corresponde a 71,8% da remuneração média auferida pelos 1.316 homens contratados no período.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, em pé, sentado e área interna

Sobre violência, uma mulher é assassinada a cada duas horas no Brasil, taxa de 4,3 mortes para cada grupo de 100 mil pessoas do sexo feminino. Conforme o último relatório da Organização Mundial da Saúde, o país ocuparia a 7ª posição entre as nações mais violentas para as mulheres de um total de 83 países. Considerando os dados oficiais de 2017, doze mulheres são assassinadas todos os dias, em média, no Brasil. São 4.473 homicídios dolosos, sendo 946 feminicídios.

“Neste 8 de março, temos que ir às ruas para lutar por nossos direitos e pela igualdade. Temos avançado muito, mas precisamos avançar muito mais. Necessitamos também combater o assédio moral e sexual no ambiente de trabalho. Somente com a luta das mulheres, com o apoio dos homens, conquistaremos nosso devido lugar na sociedade”, afirmou a diretora de Gênero da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe, Grassa Felizola.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar