Menu
Campanha Outubro Rosa 2018

Executiva da CTB prepara 2º Congresso da Central

A CTB realizou nesta segunda (09) e terça-feira (10), sua 4ª Reunião da Direção Executiva, no Hotel Excelsior, São Paulo. A abertura da reunião se deu com a exposição presidente do IPEA (instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), professor e economista Marcio Pochmann, que defendeu um grande entendimento político nacional para viabilizar a formação de uma nova maioria política no país. 

Leia: Pochmann defende entendimento e nova maioria política

 Após a palestra, os dirigentes da entidade discutiram pontos como a organização do 2ª Congresso da Central, marcado para 24,25 e 26 de setembro deste ano,  o Congresso da Contag, organização das atividades para o dia Internacional da Mulher - 08 de março, para o Dia Mundial da Luta - 1º de abril  e para o Dia do Trabalhador -  01 de Maio, além dos informes dos representantes das categorias nos Estados.

No primeiro dia de reunião foi debatido com  a Comissão de Redação do Congresso, a elaboração dos documentos e resoluções que orientarão o debate dos delegados e delegadas durante o evento.

Para Pascoal Carneiro, secretário-geral da CTB, o importante é que sejam formulados documentos que reafirmem os princípios da central, com a atualização das políticas permanentes e um programa que defina suas prioridades. Dessa forma, o congresso produzirá um documento que atenda às necessidades do movimento sindical e de setores  como mulheres, juventude e negros.
 

Visibilidade da CTB no Fórum Social Mundial


Muitos foram os informes positivos acerca da participação e visibilidade da CTB e da Federação Sindical Mundial - FSM, no Fórum Social Mundial, que nesse ano aconteceu em Belém do Pará.

Sônia Latgé, secretária  de políticas sociais e previdência, falou sobre a repercussão que a central conseguiu na mídia com sua tenda estilizada e a promoção de debates sobre a classe trabalhadora. Ela destacou o debate sobre o uso do amianto e o anúncio do Ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, sobre a proibição do uso do produto que foi amplamente divulgado nos meios de comunicação após o debate organizado pela central.



Outra importante discussão ocorrida no Fórum promovida pela CTB e elogiada pelo movimento sindical foi a discussão em torno da crise e seus impactos para a mulher trabalhadora, quando foram distribuídos jornais e panfletos para fomentar o debate. A direção aproveitou a ocasião para agradecer aos funcionários da central que assessoraram em todo o processo, principalmente à CTB Pará, que foi imprescindível para o sucesso da criação e funcionamento da Tenda da CTB.

O primeiro dia de reunião foi encerrado com os informes dos dirigentes sobre a luta das categorias nos Estados e as atividades do período.


Organização para atividades e novos embates


No segundo dia de reunião, com a mesa dirigida por Wagner Gomes, presidente; Márcia Almeida, diretora executiva e Pascoal Carneiro, secretário-geral, iniciou os informes com a exposição de  Sérgio de Miranda, secretário de políticas agrícolas e agrárias, sobre  a situação dos trabalhadores do campo e a realização do congresso do 10º Congresso da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura - Contag, que acontecerá entre os dias 10 e 14 de março deste ano, em Brasília, DF.

De acordo com de Miranda, este será um momento de reflexão sobre questões e desafios relacionados aos trabalhadores rurais e definição das políticas, internas e externas, a serem desenvolvidas para implementar o Projeto Alternativo de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário - PADRSS.

Para Miranda, a intenção é formar uma direção unitária e de consenso, em prol de um entendimento priorizando a criação de políticas que garantam a defesa dos direitos dos trabalhadores do campo.


Congresso da CTB

O 2º Congresso da CTB, que deve acontecer entre os dias 24 e 26 de setembro deste ano, será realizado no Pavilhão de Eventos do Anhembi, em São Paulo.  Estão sendo esperados em torno de 1.500 delegados e delegadas, das mais de 500 entidades filiadas à CTB.

A taxa de inscrição para o evento é de R$ 1.000,00 por participante, seja delegado(a) ou observador.


Jovens


 Ana Rita Miranda, secretária de jovens, fez uma exposição sobre  a situação da juventude no movimento sindical e sua baixa adesão aos sindicatos. De acordo com Ana Rita, é importante a formação de núcleos da juventude nos Estados, visando desenvolver estratégias para a incorporação do grande contingente de jovens trabalhadores às entidades filiadas.

Outra importante iniciativa na opinião da secretária de jovens seria a criação de cursos de formação para juventude com intuito de inserir o jovem trabalhador no movimento sindical, aumentando sua participação nas entidades filiadas e na Central.


A Secretaria de Jovens da CTB resolveu organizar uma série de encontros estaduais nos meses de março e abril visando criar subsídio para uma política para a juventude trabalhadora e acumular forças para organização de um encontro nacional de jovens trabalhadores da CTB, a ser realizado na segunda quinzena de março.





Para Vitor Spinoza, diretor de jovens da CTB-RS e diretor do Sindicato dos Comerciários de Taquari,  o jovem trabalhador não tem recebido estímulo para se inserir no movimento sindical.  Segundo Vitor, é importante a confecção de materiais voltados para a juventude, tais como camisetas, cartazes e adesivos com a palavra de ordem da juventude cetebista: "Sou jovem, sou trabalhador, sou CTB", visando dar maior visibilidade para central neste importante segmento da classe trabalhadora.
 

Encontro de Comunicação

 Rogério Nunes, secretário de imprensa e comunicação,  fez um pequeno informe das atividades desenvolvidas pela secretaria, os materiais publicados pela Central e os projetos relacionados a comunicação eletrônica da CTB.

Segundo Rogério, está sendo organizado pela secretaria um Encontro Nacional de Comunicação para discutir uma política nacional para área, um projeto editorial para as publicações da Central, bem como as reformulações que estão sendo pensadas para a comunicação eletrônica, principalmente o site da CTB.


O 1º Encontro Nacional de Comunicação da CTB está previsto para ocorrer na segunda quinzena de março e tem como público-alvo os dirigentes estaduais de comunicação, jornalistas e assessores.




Para as próximas atividades que se aproximam a direção tomou as seguintes resoluções:


*Buscar reunião com as centrais sindicais e o Fórum Nacional dos Trabalhadores para discutir a questão da crise econômica e suas conseqüências para os trabalhadores;


*Realizar uma reunião com os partidos do bloco de esquerda para buscar saída para os impactos da crise;
 

*Organizar manifestações no Brasil em  1º de abril durante Dia Mundial da Luta;

      
*Mobilizar os trabalhadores e trabalhadoras para se manifestarem durante o Dia Internacional da Mulher  (8 de março) e o Dia Internacional do Trabalhador (1º de Maio), com confecção de camisetas, cartazes e materiais que motivem a discussão.


CTB

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar