Menu
13 milhões de acessos

Federação debate segurança nos bancos do interior

O presidente da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe, Emanoel Souza, juntamente com os deputados Álvaro Gomes e Daniel Almeida e  o presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia, Euclides Fagundes, debateram ontem à noite, em audiência com o secretário de Segurança Pública César Nunes, a segurança nos bancos do interior do Estado.
 
reuniaosspA audiência foi motivada pelos constantes assaltos aos bancos, principalmente Banco do Brasil, no interior da Bahia. Além dos sindicalistas, participou da audiência José Carlos, membro do Conselho Municipal de Segurança, que relatou o medo vivido pela população com os cinco recentes assaltos ocorridos no BNB da cidade de Andaraí.

Seminário - Emanoel Souza pediu medidas emergenciais para o problema. "Vamos realizar um seminário específico para debater a segurança bancária, mas temos que ter medidas de curto prazo para que possamos trabalhar mais tranqüilos. A categoria vive em constante pressão por conta da iminência de assaltos a qualquer momento", frisou. Na mesma linha, Euclides Fagundes pediu que a Secretaria "desenvolva ações mais ostensivas nas cidades em que está ocorrendo um grande índice de assaltos a banco".

Para o deputado Álvaro Gomes, se faz necessária uma ação conjunta das polícias civil e militar. "O governo tem feito um grande esforço na área da segurança pública, mas o problema é complexo, necessitando também de um trabalho constante envolvendo as duas corporações", salientou. O deputado federal Daniel Almeida pediu agilidade nas ações do governo. "Trata-se de uma situação delicada, colocando a população de Andaraí em situação de medo permanente. São positivas as medidas que o governo Wagner tem tomado contra a violência, mas é preciso agilizar alguns procedimentos que ajudam a combater o problema."

O secretário César Nunes se comprometeu a estudar ações emergenciais para Andaraí, mas lembrou do esforço empreendido pelo governo. "O problema é complexo, mas o governo está tomando várias medidas, como a estruturação do sistema de segurança pública, a contratação de 3.200 policiais e a realização de novo concurso com 3.200 vagas", finalizou.

Assessoria de Comunicação do deputado Álvaro Gomes

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar