Menu
Feebbase

Encontro da Juventude conclama jovens à luta pelos direitos dos trabalhadores

Com o tema “Desafios do novo mundo do trabalho”, aconteceu no último final de semana, dias 5 e 6 de agosto, o 6o Encontro da Juventude Bancária da Bahia e Sergipe, no Águas Claras Beach Resort, no município de Saubara, no Recôncavo Baiano.

6 encontro juventude 7 468c8

Ao final do evento, no domingo, foi aprovada a Carta de Saubara, que denuncia os vários ataques sofridos pela classe trabalhadora e movimento sindical, patrocinados pelo Governo Temer:  "As reformas golpistas têm o claro objetivo de colocar o trabalhador contra a parede, levando-o a incertezas quanto à sua sobrevivência, o que por sua vez torna ainda mais difícil sua conscientização acerca da exploração a que é submetido todos os dias. O movimento sindical, instrumento indispensável no esforço de balizar as relações entre capital e trabalho, teve sua estrutura completamente vilipendiada pela sanha do patronato", afirma o documento.

Diante de uma conjuntura difícil aos trabalhadores, a Carta de Saubara conclama os jovens bancários à luta pela garantia do emprego e defesa dos direitos: "É nossa a força de transformação que a sociedade necessita. É com a união da juventude que a gente pode alçar os vôos para a mudança concreta da nossa realidade. E é através da luta e do compromisso já afirmado aqui que seguiremos rumo à construção de uma sociedade mais justa, igualitária e solidária. Não descansaremos!".

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sentadas e área interna

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e área interna

Durante o encontro foram discutidos vários temas de interesse da categoria bancária. No sábado, pela manhã, o debate foi sobre a situação econômica e política no Brasil, com a participação do deputado federal Daniel Almeida (PCdoB) e do professor de Economia da UFBA e ex-presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli.

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sentadas e área interna

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e área interna

À tarde, as discussões centraram-se nos impactos da nova tecnologia no mundo do trabalho, com a palestra de Emanoel Souza, presidente da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe, das reformas e da terceirização no Brasil, com Augusto Vasconcelos, presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia.

6 encontro da juventude musa ramalho 318b3

Já no domingo, os presentes debateram os desafios da juventude brasileira, tendo como palestrante Musa Ramalho. Ela falou da experiência do movimento estudantil e da importância da organização dos jovens para obter vitórias, como o PROUNI, o FIES, construção de mais universidades no país.  Ressaltou ainda  a importância das jovens mulheres se organizarem na luta feminista emancipacionista.

A imagem pode conter: 13 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas, criança e área interna

No encontro foi eleita também os membros da Comissão da Juventude: Dani Couto - CEF Vitória da Conquista; Lucas Galindo - BB Ilhéus (presidente da comissão); Rosy Santos - CEF Sergipe; Luciana Pacheco - CEF Salvador; Marcella Andrade - Santander Itabuna; Idamar Gomes - BNB Sergipe; Rheberny Oliveira - BNB Camaçari; Cássio Campos - Bradesco Ilhéus; Luiz Raimundo - Itaú Jacobina; Eritan Carvalho - CEF Feira de Santana; Ricardo Almeida - CEF Feira de Santana; Deise Costa - Bradesco Salvador; Joline Cristina - CEF Sergipe; Jeane Pereira - BNB Santo Antônio de Jesus;Ricardo Azevedo - Santander Itabuna; Salésio Dourado - BB Irecê; Karine Cruz - BB Ipiaú; Edivan Santos - BB Salvador; e Hannah Lara - Bradesco Juazeiro.

Participaram do encontro, bancários das bases dos sindicatos da Bahia, Sergipe, Jequié, Irecê, Camaçari, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Jacobina, Juazeiro, Barreiras, Ilhéus, Itabuna e do Extremo Sul da Bahia. 

Veja abaixo a Carta de Saubara aprovada no Encontro da Juventude Bancária:

CARTA DE SAUBARA

A atual geração de jovens bancários(as) tem diante de si um enorme desafio: enfrentar uma série de ataques cujo intuito é ferir de morte a classe trabalhadora em sua coletividade. Não estamos falando “apenas” de uma anulação covarde de direitos. Trata-se de uma verdadeira tentativa de implosão de toda uma estrutura de relativo bem-estar social e possibilidade de conquistas coletivas que se ergueu sobre o advento da CLT.

As reformas golpistas têm o claro objetivo de colocar o trabalhador contra a parede, levando-o a incertezas quanto à sua sobrevivência, o que por sua vez torna ainda mais difícil sua conscientização acerca da exploração a que é submetido todos os dias. O movimento sindical, instrumento indispensável no esforço de balizar as relações entre capital e trabalho, teve sua estrutura completamente vilipendiada pela sanha do patronato.

A intensificação da era digital, em vez de proporcionar ganhos de qualidade de vida a quem de fato produz as riquezas, só tem ampliado os lucros já astronômicos do sistema financeiro, que no Brasil pratica uma verdadeira farra às custas de clientes e funcionários. O cumprimento de um papel social passa longe de ser realidade nessas instituições.

Diante uma conjuntura tão complexa, é preciso construir novas formas de lutas. Os encontros de juventude bancária têm sido o espaço mais importante de formulação nesse sentido. Contudo, é preciso ir além. Em cada estrutura sindical da categoria bancária deve haver esse recorte específico para que a juventude possa exercer o protagonismo histórico que sempre foi sua marca registrada.

Portanto, nós jovens bancários e bancárias reunidos nesse 6º encontro reafirmamos nossa disposição em seguir firmes na luta pela garantia do emprego e de direitos históricos. Afinal, além da convicção de que nossas reivindicações são justas e viáveis, somos movidos pelo anseio de ter a qualidade de vida que nossos patrões insistem em nos negar.

É nossa a força de transformação que a sociedade necessita. É com a união da juventude que a gente pode alçar os vôos para a mudança concreta da nossa realidade. E é através da luta e do compromisso já afirmado aqui que seguiremos rumo à construção de uma sociedade mais justa, igualitária e solidária. Não descansaremos!

#ForaTemer

#DiretasJá

Saubara (BA), 06 de Agosto de 2017.

Veja mais fotos do encontro aqui.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar