Menu
7º Encontro da Juventude Bancária

Governo quer tirar FGTS da Caixa e entregar aos bancos privados

Em mais uma demonstração de que trabalha para desmontar o Estado Brasileiro e entregar as riquezas ao capital financeiro, o governo Bolsonaro pretende acabar com a exclusividade da Caixa como operadora do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e repassar parte dos recursos para os bancos privados.

Bolsonaro Paulo Guedes f1e8d

De acordo com matéria do jornal O Globo, a mudança deve ser inserida na Medida Provisória (MP), que libera o saque anual de recursos do FGTS e o saque aniversário. MP já está em tramitação no Congresso e deve ter o relatório lido na Comissão Mista do Congresso sobre o tema ainda esta semana.

A medida é extremamente prejudicial ao país, uma vez que os recursos do FGTS são usados para financiar projetos de infraestrutura, saneamento e habitação, em geral com taxas abaixo das cobradas no mercado. Só em 2018, a Caixa desembolsou R$ 62,3 bilhões em crédito para esses setores.

Caso a MP seja aprovada o acesso dos bancos privados aos recursos será regulamentado pelo Conselho Curador do FGTS, que sofreu modificações com a retira da Caixa e da representação dos trabalhadores de sua estrutura. Mais uma prova de que a medida já estava sendo gestada pelo Ministério da Economia a muito tempo.

A mudança é tão absurda que até o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, admite que decisão pode atingir a população mais pobre. "Nos dez anos do Minha Casa Minha Vida, a participação dos bancos privados é quase inexistente. Essas instituições estão presentes preponderantemente no Sul e no Sudeste, enquanto a Caixa está em 97% dos municípios brasileiros. Em 711 cidades só existe a Caixa. Isso quer dizer que o financiamento nas proximidades dos grandes centros até pode ficar mais barato, mas a 300 quilômetros de Manaus, o crédito vai ficar mais caro", afirma.

Esta é mais uma demonstração do perigo que o governo Bolsonaro representa para o povo brasileiro. A cada dia fica mais evidente a estratégia do ministro da Economia, Paulo Guedes, de entregar a riqueza do país aos setores rentistas.

Resta à sociedade se mobilizar para impedir mais este crime contra o país.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar