Menu
8 de marça de 2019

Caixa anuncia mudanças no crédito imobiliário

O novo presidente da Caixa, Pedro Guimarães, afirmou que os juros do crédito habitacional para a classe média serão os juros praticados pelo mercado. Esta mudança faz com que a Caixa perca uma grande função no desenvolvimento do país, visto que os financiamentos com prazo maior e juros menores tornaram a instituição referência na concessão de crédito imobiliário e ainda no fortalecimento da construção civil.

Para o economista Marcio Pochmann, "com a Caixa perdendo a sua função de fomento, de desenvolvimento, só vão sobrar os bancos privados que querem retorno a curto prazo”. Pochmann ainda explica que de 2014 para cá o Brasil estagnou. Praticamente não houve crescimento e a economia depende do mercado externo.

A representante dos empregados no Conselho de Administração da Caixa, Rita Serrano, avalia a equiparação da Caixa com os bancos privados como algo interessante apenas aos banqueiros. "É uma política ruim para o país, para o desenvolvimento, porque quando a gente fala em habitação não tem a ver só com o cliente que vai buscar o financiamento, a cadeia da construção civil, que é uma das mais importantes geradoras de emprego e de desenvolvimento do país, será duramente afetada", completa.

Com tal medida, o governo de Jair Bolsonaro, a serviço do poder econômico, aumenta a cobiça aos bancos públicos e ainda deixa grande parte da população à mercê dos bancos privados.

Por Rafael Santos

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar