Menu
15º Congresso da Feebbase

CEE Caixa reivindica suspensão do normativo CR 444 000

A Comissão Executiva dos Empregados (CEE) está solicitando que a da Caixa suspenda o normativo CR 444 000, que trata do Programa de Incentivo às Práticas de Vendas Qualificadas (PQV). O documento, publicado em outubro, permite a punição dos trabalhadores por estar de mau humor, usar ocelular, alimentar-se durante o atendimento e apontar o dedo, por exemplo.  A avaliação se dará de forma subjetiva pelos gestores.

O PQV cria o conceito de “falha comportamental”, que pode ser apontada e corrigida por procedimento correcional ou instauração de processo administrativo, o que é bastante preocupante. Além disso, não deixa claro quais seriam essas ações para correção.

Para a CEE, as condutas indicadas como ‘falhas comportamentais’ são bastante peculiares e o seu julgamento completamente subjetivo, o que dará margem para o assédio moral e a perseguição os bancários.

Os representantes dos empregados buscam uma reunião com o banco para tratar do assunto antes mesmo da retomada da mesa de negociação permanente, que deve acontecer na primeira semana de dezembro.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar