Menu
Feebbase

Emprego no setor bancário no centro do debate

A alta qualidade dos debates na 19ª Conferência dos Bancários da Bahia e Sergipe. O segundo dia começou com a excelente apresentação da técnica do Dieese Vívian Machado sobre a 4ª Revolução Industrial, as mudanças nas relações de trabalho e seus impactos no emprego bancário.

19 conferencia vivian c8c45

Vívian destacou a chamada Indústria 4.0, que é marcada pela automatização extrema dos negócios, governos e da vida privada. Uma das consequências é a “uberização” do trabalho, com os trabalhadores assumindo os riscos do serviço, como acontece no aplicativo que dá nome ao movimento.

Isso tem diminuído significativamente o número de empregos.  No setor bancário, até 2020, haverá uma perda líquida de 5 milhões de empregos, segundo dados do Dieese. O movimento já começou com a diminuição do número de agências e o fechamento de 45.915 postos de trabalho entre 2012 e maio de 2017.

Os números continuam aumentando, com a criação das agências digitais e a criação de formas de autoatendimento através de plataformas onlines.

19 conferencia grassa 53d38

Esta realidade dificulta a interação entre os trabalhadores e os sindicais. Para a diretora de Gênero da Feebbase, Grassa Felizola, o movimento sindical precisa fazer uma reflexão sobre as formas de atuação para se adequar à nova situação. “Precisamos começar a pensar em formas de aumentar a conscientizar a categoria para que ela entenda a necessidade da unidade para garantir os nossos direitos. Os bancos estão mudando as formas de exploração, nós precisamos também reinventar a nossa atuação”, ressaltou.

A 19ª Conferência segue na manhã desde domingo (16/7), com o debate sobre Campanha Nacional 2017, com definição da pauta de reivindicação e a delegação da Bahia e Sergipe para a Conferência Nacional dos Bancários, que acontece entre os dias 28 a 30 de julho, na cidade de São Paulo. 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar