Menu
Redes sociais Feebbase

Lucro do BB sobe 41,2% e chega a R$ 18,16 bilhões

O Banco do Brasil anunciou na noite desta quarta-feira (13/2), que obteve lucro líquido contábil de R$ 18,16 bilhões em 2019, um crescimento de 41,2% em realação à 2018, segundo o Dieese. Só no 4º trimestre, o lucro líquido foi de R$ 5,69 bilhões.,

De acordo com relatóriao do banco, o resultado foi impulsionado pelo aumento da margem financeira bruta e pelas receitas com prestação de serviços e tarifas bancárias, que cresceram 6,5% em um ano, alcançando R$ 29,2 bilhões, enquanto, as despesas com pessoal, incluindo o pagamento da PLR, cresceram 13,6% no mesmo período, totalizando a R$ 25,6 bilhões. Assim, a cobertura dessas despesas pelas receitas secundárias do banco foi de 114,06% em dezembro de 2019.

Mesmo com estes  resultados fantásticos, o BB vem investindo em programas de  demissões incentivadas e em uma reestruturação que vai diminuir o rendimento dos funcionários. Em 2019, a empresa fechou 3.699 postos de trabalho, sendo 2.367 em virtude do Programa de Adequação de Quadros (PAQ), anunciado ao final de julho. No período, também em função do PAQ, foram fechadas 366 agências e aberto 1 posto de atendimento bancário.

O resultado do BB só mostra o quanto ele é lucrativo, deslegitimando os argumentos do governo para privatizá-lo. Os números reforçam ainda, que não há motivos para a política de reestruturação anundiada pelo banco, que vai prejudicar os funcionários e a população. 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar