Menu
50 anos da Federação

Muita fila e poucos trabalhadores no Santander em Conquista

Desrespeito aos clientes e aos bancários: esta é a realidade da agência Santander/Vitória da Conquista. Na última segunda-feira (10/9), o Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região averiguou a superlotação na unidade, que, segundo usuários e funcionários, tem virado rotina.

fila santander conquista 29dbb

Informações dão conta que, nos últimos anos, o volume de clientes atendidos aumentou em quase cinco vezes, enquanto o quadro de trabalhadores permaneceu praticamente o mesmo.

O resultado dessa equação é o aglomeramento de consumidores, que chegam a esperar de duas a três horas para obter os serviços sob forte calor, já que o sistema de refrigeração não é suficiente para a quantidade de pessoas. “É um horror você vir ao banco e não ter as mínimas condições de ser atendido. Toda vez que venho aqui está cheio e hoje uma pessoa chegou a passar mal com o calor. Já que esse banco lucra tanto, precisamos ter no mínimo mais pessoas para o atendimento”, afirma a usuária Quiara Pacheco.

A precarização já tem gerado o adoecimento dos bancários, que apresentam estresse e ansiedade por conta do acúmulo de trabalho e das constantes reclamações da população. Para piorar, alguns funcionários não estão conseguindo realizar o horário de almoço adequadamente.

“A gente vive um momento muito complicado. Nos últimos anos, o banco desligou muito mais funcionários do que contratou e a situação só não é pior porque tivemos algumas reintegrações. O Santander precisa, com urgência, promover novas contratações para fornecer um ambiente de trabalho adequado à demanda e que preserve a saúde de seus funcionários”, considera Wolney Soares, funcionário do banco e diretor do SEEB/VCR.

Assembleia sobre o ACT

 

Em assembleia realizada na última terça-feira (11), bancários do Santander de Vitória da Conquista aceitaram a proposta do banco acerca do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) que terá validade até 2020. Sobre o acordo específico, ficou estabelecida a manutenção do ACT passado e cláusulas como o Programa de Participação nos Resultados Santander (PPRS) e os termos de compromisso para manutenção do Banesprev e da Cabesp. O ACT ainda mantém cláusulas importantes como as que tratam das Bolsas Auxílio Estudo para a primeira graduação e primeira pós-graduação, licença não remunerada de 30 dias para acompanhamento de casos de saúde, licença adoção, entre outras.

Fonte: Seeb Vitória da Conquista e Região.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar