Menu
Novembro Azul 2021
-->

Seeb Ilhéus é solidário com a luta dos associados da AABB de Ubaitaba

O governo do Estado da Bahia sinalizou, recentemente, transformar a Associação Atlética do Banco do Brasil (ABB), em Ubaitaba, em um centro poliesportivo público. A medida afeta diretamente os associados do clube, que terão prejuízos, perdendo o espaço de entretenimento e lazer, já consolidado e único na cidade, com recentes investimentos em sua manutenção, segundo sócios da instituição.

Diante da situação, o presidente do Sindicato dos Bancários de Ilhéus, Rodrigo Cardoso, considerou que a investida do governo estadual sobre a AABB de Ubaitaba não ocorreu da melhor forma possível. “Mesmo sabendo da supremacia do interesse público, o ideal seria que a autoridade pública do estado fosse dialogar com os responsáveis pelo clube, com os representantes dos associados e não apenas tomar uma decisão unilateral” avaliou.

O dirigente sindical entende que pode ter ocorrido um provável diálogo do estado com autoridades políticas locais, mas seria necessário também ouvir a sociedade civil, em especial os mais afetados, associados da AABB. “Acho que foi uma decisão equivocada, o ideal seria o governo rever essa situação estabelecer um diálogo, avaliar se essa é a melhor alternativa para a instalação de um centro poliesportivo público para o povo de Ubaitaba, que também obviamente merece esse investimento, mas que não precisa ser afetando o direito dos sócios do clube, que é ativo e tradicional na cidade”, concluiu Rodrigo Cardoso.

Leia nota divulgada pelos associados da AABB de Ubaitaba:

Governo do Estado da Bahia desapropria clube social pronto, para inaugurar como obra pública
No dia 26 de outubro de 2021, a administração da Associação Atlética do Banco do Brasil – AABB de Ubaitaba-BA foi surpreendida com a visita de 2 oficiais de justiça e um representante nomeado do Governo do Estado da Bahia, para execução de um mandato de posse do imóvel concedido pela juíza Andréia Aquiles Sipriano da Silva Ortega da comarca de Ubaitaba-BA, apenas 13 dias após início da ação de desapropriação movida pelo Governo do Estado da Bahia contra a AABB Ubaitaba.

A AABB de Ubaitaba está ativa há 42 anos e conta com mais de mil pessoas, entre associados e dependentes ativos no momento, e é o único clube com espaço de lazer na cidade. Sem a AABB para onde essas pessoas recorrerão?

É possível apontar que na cidade de Ubaitaba existem diversos terrenos que possibilitam a construção de um Centro Poliesportivo, porém, é um fato que seria muito mais conveniente para o governo desapropriar um espaço que já está pronto, e conta com 2 piscinas, 1 campo, 1 quadra, 1 quadra de areia, entre outras estruturas prontas para uso, pois isso facilita a reinauguração como uma obra pública às margens de um ano eleitoral.

Vale a pena nos questionar: até onde vai o poder do governo? Até onde estamos seguros com nossos imóveis, comércios e etc.? Se esse tipo de ação abre precedente para desapropriação de todo e qualquer bem privado, independente do seu uso social, comercial...? Como ficarão as famílias empregadas direta e indiretamente pela AABB? Será que realmente isso é de interesse público, ou apenas do interesse de uma minoria que visa vantagens e méritos políticos?... São interrogações diversas que se passam diante da população, e esperamos que o governo repense e analise com bastante cautela a ação que está executando contra a AABB/População de Ubaitaba.

Fonte: Sindicato dos Bancários de Ilhéus

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar