Menu
Redes sociais Feebbase

Atos reforçam a importância da defesa da Caixa

O governo não cansa de ameaçar a Caixa com a clara intenção em privatizar a área de loterias, seguros, cartões, previdência e entregar a gestão do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) à iniciativa privada. Contra o desmonte, o Sindicato dos Bancários Bahia realizou, nesta segunda-feira (13/01), protestos do Dia Nacional de Luta nas agências de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador.

A mobilização contra o fatiamento e o enfraquecimento da empresa acontece em todo país. A Caixa colabora com o financiamento do sonho da casa própria, do acesso à faculdade com o Fies e do crédito mais barato. Diferente dos bancos privados, que atuam estritamente com visão no lucro com prioridade no curto prazo e no baixo risco, os públicos, como a Caixa, ofertam crédito para setores e em modalidades que a iniciativa privada não têm interesse.

Além de parabenizar o trabalho de excelência dos empregados para que o banco tenha bons resultados, o presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia, Augusto Vasconcelos, ressaltou que, no domingo, 12 de janeiro, a Caixa completou 159 anos de contribuição ao desenvolvimento nacional. “Nossa luta é contra o desmonte do único banco 100% público do país”.

Para Vasconcelos, o trabalho de resistência contra o desmonte da Caixa deve ser feito diariamente nas agências e junto à sociedade. O banco é fundamental para todos, pois atua no fomento ao desenvolvimento econômico, como financiamento habitacional, rural, saúde, educação, esporte e cultura, crédito para saneamento e infraestrutura.

zIMAGEM NOTICIA 3 1 1f941

Fonte: Sindicato dos Bancários da Bahia

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar