Menu
Redes sociais Feebbase
-->

Brasil de Bolsonaro atinge a marca de 39,9 milhões de pessoas na miséria

O total de pessoas na miséria no Brasil hoje equivale a cerca de 39,9 milhões de pessoas, de acordo com dados do Ministério da Cidadania. Entram na conta de famílias de baixa renda aquelas que têm renda de até R$ 89 por pessoa (renda per capita).

Além destas, até outubro, havia no país outras 2,8 milhões de famílias em situação de pobreza, com renda per capita média de moradores entre R$ 90 e R$ 178.

O número de famílias em extrema pobreza cadastradas no CadÚnico (Cadastro Único para programas sociais do governo federal) superou a casa de 14 milhões e alcançou o maior número desde o final de 2014.

O cadastro é atualizado constantemente e reflete as mudanças na condição de vida no país. O objetivo é que o governo saiba a renda das famílias e pague um valor complementar para superação da extrema pobreza no valor de R$ 41 a R$ 205, caso a família esteja inscrita e aprovada no Bolsa Família.por taboolaLinks promovidosVocê pode gostar“Rondonópolis” é um dos assuntos mais comentados do Twitter; saiba o motivoO jogo mais viciante do ano!Forge of Empires – Jogo Online GrátisVídeo: Carlos Bolsonaro expõe festa de aniversário em que Luciano Huck está sem máscaraMandetta diz que Bolsonaro faz 3 eletrocardiogramas por dia e tem ambulância na porta em razão do uso da cloroquina

A tendência para este mês é que a pobreza cresça no país com o fim de auxílio emergencial e outros programas que auxiliaram pessoas, entes e empresas por conta da pandemia.

Com o fim do auxílio emergencial, a média do valor pago vai baixar de R$ 329,19 para R$ 190, como era antes da pandemia.

Fonte: Portal CTB.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar