Menu
Redes sociais Feebbase
-->

Demissões e PCR em discussão com Itaú nesta sexta

A Comissão de Organização dos Empregados (COE) e a direção do Itaú se reúnem por videoconferência nesta sexta-feira (12/2), às 17h, para debater demissões, banco de horas negativas e o Programa Complementar de Resultados (PCR), dentre outras demandas dos bancários.

O banco vem demitindo trabalhadores em todo o país desde o ano passado, o que vem gerado apreensão nos trabalhadores, principalmente após o anúncio do novo modelo de agências. Os representantes dos bancários vão cobrar o fim das demissões e a realocação e capacitação dos funcionários afetados pelas mudanças.

O período de acúmulo de horas negativas, conhecido como banco de horas, encerrou-se em 31 de dezembro de 2020 e o saldo acumulado deverá ser compensado até dezembro de 2021. A reunião de amanhã começa a definir as regras de compensação.

No caso do PCR, a reunião vai acertar o valor da segunda parcela. Para definir o valor consolidado é necessário saber a rentabilidade do banco em 2020. Caso ela ultrapasse 23%, os bancários receberão a diferença em março.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar