Menu
-->

Distanciamento não é respeitado na Caixa

A situação é preocupante na Caixa. Os empregados não pararam de trabalhar desde o início da pandemia para atender a população, sobretudo no pagamento do auxílio emergencial e outros benéficos. O Dossiê Covid no Trabalho aponta que o distanciamento entre os trabalhadores e clientes não é respeitado em 85% das agências do banco público.

Sempre ou quase sempre falta ventilação adequada em cerca de 80% das unidades bancárias da instituição financeira. A pesquisa mostra que 30% dos trabalhadores contraíram Covid-19, sendo que 65% acreditam que se infectaram no trabalho. Quase 80% dos empregados da Caixa que participaram do estudo e foram contaminados não tiveram o reconhecimento da doença relacionada ao trabalho, com a emissão da CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho).

Com a aproximação do verão, época de calor e quando é mais utilizado o ar-condicionado nos ambientes, a situação pode se agravar ainda mais. Portanto, o banco deve garantir medidas de biossegurança, incluindo a manutenção dos aparelhos.

O dossiê realizado pela USP (Universidade de São Paulo), Unesp (Universidade Estadual Paulista) e UFPA (Universidade Federal do Pará), com participação dos empregados da Caixa, deve auxiliar na elaboração de ações de enfrentamento à doença. Também na promoção da saúde do trabalhador e medidas em defesa dos direitos dos bancários.

Fonte: Sindicato dos Bancários da Bahia.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar