Menu
Feliz ano novo

Maioria dos deputados que votaram pela reforma da Previdência perdeu a eleição

Os trabalhadores estão atentos a quem vota contra seus direitos. Dos 23 parlamentares que votaram a favor da Reforma da Previdência, Proposta de Emenda à Constituição, que modifica as regras para concessão de aposentadoria e pensão na Comissão Especial da reforma, apenas cinco continuarão no Congresso pelos próximos quatro anos. Já dos 14 que votaram contra, 10 conseguiram se reeleger.

A aprovação da reforma da Previdência na Comissão Especial aconteceu no dia 3 de maio de 2017, por 23votos a favor e 14 contra. O placar parecei sinalizar que a PEC seria aprovada a toque de caixa, mesmo com o protesto da população, como aconteceu com a reforma trabalhista e a terceirização.

A mobilização dos trabalhadores e o medo da reação dos eleitores nas urnas impediram a votação da PEC no início do ano. No entanto, a proposta não foi sepultada e fontes do governo já anunciaram o interesse de aprovar o texto ainda este ano. Caso isso aconteça, a traição dos parlamentares reeleitos seria maior ainda.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar