Menu
Banner Whats App

Número de trabalhadores informais e desalentados aumenta em 2018

A pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua divulgada nesta quinta (31/01) pelo IBGE indica que o número de pessoas trabalhando por conta própria passou de 23 milhões em 2018. OS que desistiram de procurar emprego (desalentados) somaram 4,7 milhões.

Sobre o aumento das contratações em 2018, o diretor técnico do Dieese, Clemente Ganz Lúcio, avalia com cautela. “Mais de 70% dos empregos gerados entre o primeiro e segundo trimestre de 2018 foram informais, ou seja, sem as proteções oferecidas a quem tem carteira assinada, como férias, 13º salário e FGTS. Neste período, 8,8 milhões de pessoas que estavam trabalhando ficaram desempregadas ou saíram por conta própria do trabalho”, reforça.

Além disso, o número de subutilizados (pessoas que trabalham poucas horas semanais por não encontrar outra opção) aumentou, chegando aos 27,401 milhões.

No comparativo entre os setores econômicos, a construção civil foi o mais afetado, perdendo 2,4% da mão de obra.

Por Rafael Santos

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar