Menu
Redes sociais Feebbase

Pobreza e desigualdade continuam crescendo

Apesar de uma leve recuperação econômica no Brasil, os pobres ficaram cada vez mais pobres e os ricos cada vez mais ricos. É o que afirma pesquisa Síntese de Indicadores Sociais (SIS) 2019, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta quarta-feira (06/11).

Segundo dados, o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 1,1% em 2017 e 2018, o rendimento dos 10% mais ricos da população subiu 4,1% em 2018, enquanto o rendimento dos 40% mais pobres caiu 0,8%, comparado a 2017.

O IBGE afirma que o aumento da desigualdade foi puxado pela falta de ganho real no salário mínimo em 2018, somado a informalidade e subutilização no mercado de trabalho.

Ao todo, 13,5 milhões de pessoas no Brasil, equivalente a 6,5% da população, viviam com até R$ 145,00 por mês, em 2018. O maior número registrado desde de 2012.

Com isso, o índice que mede a razão entre os 10% mais ricos e os 40% mais pobres chegou a 13 em 2018, significando que os mais ricos ganham, em média, 13 vezes mais que os mais pobres. O índice vinha caindo até 2015, quando atingiu 12%.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar