Menu
Campanha Outubro Rosa 2018

Quase metade das mulheres já sofreu assédio sexual no trabalho

De acordo com o estudo feito em parceria com o LinkedIn e a empresa de consultoria Think Eva, 47% das mulheres afirmaram que já sofreram assédio no ambiente de trabalho. Os dados foram divulgados na última terça-feira (6/10).

Além disso, 78,4% alegaram que a principal barreira para a denúncia é o assunto ser considerado tabu dentro das empresas e os assediadores se valem da impunidade. Outras 63,8% alegaram políticas ineficientes para combater o assédio e o medo foi maior para elas.

A pesquisa também revelou que o racismo é um fator que agrava a situação das mulheres negras. 52% das mulheres que afirmaram sofrer assédio sexual no trabalho são negras. A desigualdade social também se destaca no estudo, 49% das assediadas recebem entre dois e seis salários mínimos e o Norte (63%) e Centro-Oeste (55%) têm uma concentração maior de relatos do que as outras regiões.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar