Menu
Chamada whatsapp

Trabalhadores lotam auditório em apoio à Frente Parlamentar em defesa da Previdência

Deputados e senadores de vários partidos lançaram nesta quarta-feira (20/3) a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social. A iniciativa conta com apoio de mais de 100 entidades da sociedade civil, entre elas a Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa (Fenae). Nos discursos, parlamentares e representantes dos trabalhadores foram unânimes: a proposta de reforma do Governo Bolsonaro representa o desmonte da Previdência Social pública e solidária no Brasil e é preciso reforçar a mobilização nas ruas para derrubar o projeto.

O auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados, onde ocorreu o ato de lançamento, foi ocupado por representações dos bancários, trabalhadores da educação e da saúde, policiais rodoviários, servidores públicos federais, dirigentes de centrais sindicais, federações e confederações, dentre outros.

A proposta do governo foi duramente criticada pelos parlamentares que compareceram ao ato de lançamento da frente parlamentar mista. Para deputados e senadores, que se revezaram em discursos contundentes contra o projeto, a intenção do governo é reduzir o valor dos benefícios, retardar o início da aposentadoria e restringir o alcance da assistência social.

A Frente Parlamentar Mista em defesa da Previdência Social terá uma coordenação formada por cinco deputados e cinco senadores. A composição é a seguinte: senadores - Paulo Paim(PT/RS), Elisiane Gama (PPS/MA), Jorge Kajuru(PSB/GO), Randolfe Rodrigues(Rede/AP), e Weverton Rocha(PDT/MA); deputados- André Figueiredo(PDT/CE), Bira do Pindaré (PSB/MA), Elvinio José Bonh Gass(PT/RS), professora Marcivania (PCdoB/AP) e Rodrigo Coelho (PSB/SC).

Enfrentamento

Um dos objetivos da frente é unir forças para esclarecer a população todos os prejuízos da reforma da Previdência. Integrantes da frente viajarão pelo país nas próximas semanas para discutir a reforma da Previdência com lideranças locais. A estratégia é fazer pressão sobre os parlamentares em suas bases, articulando prefeitos e outros segmentos sociais.

Seminário

Após o ato de lançamento, foi realizado o seminário "PEC 6/19: o desmonte da Previdência Social pública e solidária”, com palestras sobre Reflexos da Capitalização - Experiência de Aposentadorias no Chile; O Sistema Previdenciário na América Latina e na Argentina; A Previdência que o trabalhador precisa – Princípios Gerais: Trabalhadores CLT; A expectativa para os trabalhadores no serviço público com as reformas propostas; A Previdência dos trabalhadores rurais; e Reforma Tributária Solidária - Alternativa para preservar a seguridade social e promover a justiça fiscal.

Fonte: Fenae.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar