Menu
-->

CEE Caixa indica realização de dia de luto e luta

2021 cartaz dia de luta na caixa 72786

A Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE Caixa) se reuniu na tarde desta terça-feira (4/5) para avaliar as atividades do dia 27 de abril e discutir os próximos passos do movimento. Os integrantes da CEE concordaram que as mobilizações do dia 27 foram positivas e expressaram o descontentamento dos bancários com a direção da empresa.

Apesar das ações não terem impedido a realização do IPO da Caixa Seguridade, as paralisações e manifestações chamaram à atenção da sociedade para a situação da Caixa e de seus empregados. O que foi muito importante.

O próximo passo da mobilização será a construção de um grande dia de luta em 11 de maio, data em que deve acontecer uma rodada de negociação com a direção da Caixa. O objetivo é pressionar a empresa para atender a pauta dos empregados, que inclui temas como pagamento integral da PLR, metas desumanas, problemas nos sistemas internos da Caixa, contratação dos concursados, vacina contra a gripe H1N1, respeito aos protocolos de prevenção à Covid, além do abono da paralisação do dia 27 de abril.

A orientação é para que os todos s empregados se vistam de preto em homenagem as mais de 400 mil vítimas do Covid -19 no Brasil e para fortalecer a luta pela vacinação dos bancários entre as categorias dos serviços essenciais.

Neste processo de mobilização, os sindicatos e federações devem organizar reuniões por unidades e plenárias para discutir com o conjunto da categoria a importância de manters a mobilização. É importante lembrar ainda, que os empregados da Caixa continuam em Estado de Greve, conforme aprovado pelas assembleias do dia 22 de abril.

“É preciso manter a categoria mobilizada. Os ataques da direção da Caixa e do governo vão continuar e precisamos nos organizar para resistir”, ressaltou Emanoel Souza, secretário Geral da Federação Bahia e Sergipe e membro da CEE Caixa.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar