Menu
-->

Desemprego e falta de vacina preocupam os brasileiros

4.5.21 pesquisa instituto travessia 81d66

A falta de ações do governo federal e de perspectivas de fim da pandemia do coronavírus tem deixado os brasileiros pessimistas. Dados de uma pesquisa do Instituto Travessia divulgados nesta terça-feira (4/5) revelam que 78% dos entrevistados disseram que as consequências da crise sanitária serão devastadoras para o País.

Questionados sobre qual o problema que mais preocupa a população em 2021, com base em uma lista com seis temas pré-definidos, 37% apontaram o desemprego , 20% responderam a falta de vacinas, seguidos de inflação e segurança, com 16% cada. Por fim, há a piora no atendimento dos pacientes da Covid-19, com 7%, e crise política, com 4%.

A falta de vacinas aflige principalmente os mais jovens, que estão no fim da fila da imunização. O problema foi citado por 22% dos entrevistados entre 25 e 24 anos. Por outro lado, o mesmo tema foi mencionado por 15% daqueles que têm 60 anos ou mais. A piora no atendimento da doença aflige com mais intensidade os mais pobres, com renda de até dois mínimos por mês.

Para além de 2021, a demora na solução da Covid é a principal fonte de inquietações, aglutinando 25% das escolhas. O assunto empatou com a questão do desemprego, com 24%. “Isso mostra que a falta de trabalho é um receio muito presente. Ele emerge tanto agora – em 2021 – como no futuro”, afirma Renato Dorgan Filho, analista e sócio do Instituto Travessia.

Os questionários foram aplicados pelo Instituto Travessia nos dias 15 e 16 de abril, com abrangência nacional, por meio de entrevistas telefônicas com cerca de mil pessoas.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar