Menu
-->

Itaú lucra R$ 6,4 bi no primeiro trimestre

O número de mortos pelo covid-19 continua aumentando no Brasil, mas o lucro dos bancos já voltou aos patamares pré- pandemia. Nesta segunda-feira (3/5), o Itaú anunciou o lucro líquido recorrente de R$ 6,398 bilhões no primeiro trimestre de 2021, uma alta de 18,7% ante os R$ 5,388 bilhões apresentados no quarto trimestre de 2020 e de 63,5% sobre os R$ 3,912 bilhões ao mesmo período do ano passado.

Já o lucro líquido contábil ficou em R$ 5,414 bilhões, uma alta de 59% sobre os R$ 3,401 bilhões registrados entre janeiro e março do ano passado.

Os números divulgados pelo maior banco privado do país são todos positivos. O retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) foi de 18,5%, alta de 2,4 pontos percentuais ante o fim do ano passado e avanço de 5,7 pontos sobre o período entre janeiro e março de 2020. A carteira de crédito avançou 4,2% ante o último trimestre de 2020, para R$ 906,4 bilhões, sendo que a carteira de crédito imobiliário cresceu 12,1% com produções recorde ao longo dos meses.

O índice de inadimplência em 90 dias manteve-se estável em 2,3%, apesar da maior inadimplência nos empréstimos para pequenas empresas. Com isso, o Itaú diminuiu em 59,2% as provisões para devedores duvidosos (PDD), em relação ao mesmo período de 2020. Só isso, já melhora significativamente o resultado do banco.

Apesar de tanto lucro, o Itaú segue demitindo e fechando agências em todo o país em plena pandemia. Uma falta de respeito com os clientes e funcionários.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar